quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Menezes mostra as garras totalitárias


Menezes começa a mostrar os reais objectivos... que as Câmaras não tenham vereadores da oposição e que a Lei seja alterada a tempo das próximas autárquicas!
São os chamados executivos monocolores!
Para onde caminha o Poder Local Democrático? que fiscalização haverá?

(clica para ver a notícia)

sábado, 17 de novembro de 2007

Quinta de S. Romão - o fim?

A propósito da construção do centro de dia em S. Romão do Coronado, procederam a alterações no muro exterior da quinta que deixam antever que o edifício não será para recuperar.
A confirmar-se, será mais um atentado ao património construido do concelho.

Resta-nos a esperança desta gente (o PSD) ser corrida da gestão da Câmara Municipal da Trofa antes de conseguir demolir o edifício da quinta.

Neste processo, o presidente da Junta (e presidente da Associação de Solidariedade do Coronado que vai "gerir" o centro de dia) não sai imune, sendo até co-responsável por este atentado!

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Escolaridade e Emprego

Durante o debate do OE2008 na Assembleia da República, o ministro do Trabalho afirmou que o emprego qualificado estava a crescer em Portugal porque o nível de escolaridade da população empregada estava a aumentar.
Na altura o Grupo Parlamentar do PCP confrontou-o com dados do INE que mostravam que isso não se estava a verificar, mas o Ministro pura e simplesmente recusou esses dados oficiais.

Utilizando apenas dados oficiais do INE, o economista (e deputado do PCP) Eugénio Rosa analisa a relação entre nível de escolaridade e ocupação de empregos qualificados, assim como a criação insuficiente de empregos qualificados em Portugal e suas consequências a nivel de emprego e desemprego.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

REVOLUÇÃO DE OUTUBRO



O PRIMEIRO COMUNICADO DO GOVERNO PROVISÓRIO SOVIÉTICO


O Governo Provisório foi deposto. O poder de Estado passou para as mãos do órgão do Soviete de deputados operários e soldados de Petrogrado – o Comité Militar Revolucionário –, que se encontra à frente do proletariado e da guarnição de Petrogrado. A causa pela qual o povo lutou – a proposta imediata de uma paz democrática, a supressão da propriedade latifundiária da terra, o controlo operário sobre a produção, a criação de um Governo Soviético – esta causa está assegurada. Viva a revolução dos operários, soldados e camponeses!

O Comité Militar Revolucionário anexo ao Soviete de deputados operários
e soldados de Petrogrado
25 de Outubro (7 de Novembro) de 1917.

(In V. I. Lénine, Obras Escolhidas em três tomos, Edições «Avante!», Lisboa, pág. 390).



Para quem estiver interessado em conhecer mais sobre a Revolução de Outubro, aqui fica uma ligação importante:
90ºANIVERSÁRIO DA REVOLUÇÃO DE OUTUBRO

terça-feira, 30 de outubro de 2007

BCP + BPI = Portugal a perder!


Considerando que: - As famílias portuguesas são já hoje as mais endividadas no quadro da União Europeia, com um nível de endividamento de 124% do seu rendimento disponível. - O mesmo acontecendo com as empresas (as não financeiras) com uma taxa de endividamento de 100% do PIB.
Não será por isso difícil perceber que a concretizar-se a negociata da fusão são estes dois (as famílias portuguesas e as empresas não financeiras) a perder, porque o mega-banco que poderá resultar da fusão não vai ajudar a economia do país nem tornar Portugal mais competitivo. Se esta negociata avançar, teremos um Banco a impor condições mais gravosas na concessão de empréstimos, seja através das subidas das taxas de juro ou das comissões bancárias, irá asfixiar ainda mais as famílias e as empresas.

Objectivo do PS: que os Jovens hipotequem o futuro!

O Governo PS afirma-se como praticante do"socialismo moderno" (que traduzido para linguagem simples e verdadeira significa: neoliberalismo, cedência ao capitalismo, servir os interesses dos senhores do dinheiro).
O resultado destas politicas são sucessivos ataques às gerações mais jovens.
Vejamos algumas delas:
- aumento da precariedade laboral,
- incentivo ao endividamento com os empréstimos bancários a estudantes com taxas de juros brutais,
- fim do Incentivo ao Arrendamento Jovem.

a propósito desta ultima medida, a JCP emitiu uma nota de imprensa esclarecedora que transcrevo de seguida uma parte significativa:


(...)A «MORTE LENTA» E DENUNCIADA Em 2005, no período de campanha eleitoral o PS apregoava a intenção de desburocratização do processo de candidatura ao Incentivo ao Arrendamento Jovem (IAJ). Para este governo, a intenção de desburocratizar é sinónimo de extinguir, e por esse caminho abriu quando logo o Orçamento de Estado para 2007 preveu uma redução de 50% na despesa para este incentivo. O processo de candidatura tornou-se então mais moroso, e menos certo de que haveria resposta afirmativa de acesso ao IAJ para os muitos milhares de jovens candidatos. Ao mesmo tempo que o Governo PS preparava a extinção do IAJ, o PCP apresentava um Projecto de Lei sobre a mesma matéria, no qual sublinhava a importância da desburocratização da candidatura e a renovação para obtenção do IAJ, bem como a duplicação do valor máximo. Mais avançava, ao propor que para eliminar qualquer injustiça com base nas disparidades salariais entre jovens, e com base nas assimetrias dos valores mensais de arrendamento nas diferentes regiões do país, o cálculo do valor fosse feito com base no pressuposto de que nenhum jovem deve suportar mais que uma taxa de esforço de 20% em gastos com o arrendamento.

O PORTA 65 – JOVEM As desvantagens e limitações deste «parente pobre» do IAJ são inúmeras, sendo as mais gravosas: Funcionamento por concurso, com o número de vagas sujeito às opções políticas orçamentais, num quadro de crescente desinvestimento por parte do PS nesta área (no último ano a verba disponibilizada foi reduzida para metade); a redução do tempo de atribuição para 3 anos, em vez de 5; diminuição do montante em cada ano de atribuição; exigência de entrega de documentos relativos aos rendimentos dos pais que poderão determinar a exclusão de candidatos ao apoio Porta 65 – Jovem.



domingo, 14 de outubro de 2007

ESCANDALO!!!!!!!!!!!!

O Orçamento de Estado para o próximo ano já está disponível no Portal do Governo, assim como o PIDDAC regionalizado (e por concelhos) que até pode ser descarregado directamente aqui.
A grande novidade é que o governo não disponibilizou nem 1 cêntimo para investir no concelho da Trofa!!!!

DE PARABÉNS!!

Há algum tempo que O Noticias da Trofa (ou as gentes daquele jornal) nos proporciona um conjunto de reportagens e entrevistas em vídeo sobre a Trofa.
Vale a pena ver em: www.trofa.tv

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Desemprego na Trofa - alguns dados.

Total desempregados - 2706 (858 Homens, 1848 Mulheres)
Cerca de 12% da população activa está desempregada!
Desempregados de longa duração - 60%
À procura do primeiro emprego - 7,7%
Desempregados com menos de 35 anos - 29,1%
Desempregados com mais de 55 anos - 23,6%
Desempregados Licenciados - 5,8%
Desempregados com o 4º ano ou menos - 52%

PALAVRAS PARA QUÊ?
É O RESULTADO DE TRINTA ANOS DE ALTERNÂNCIA PS/PSD/CDS

clica aqui para consultar os dados do site do IEFP

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Ele tem vergonha?


No post anterior fazia referencia a um vídeo que estava no youtube. Era um video em que aparecia o sr. Durão Barroso, nos seus tempos de jovem "revolucioneiro" a falar do ensino burguês.
Para meu espanto, hoje o video já não está disponível no youtube!
Foi retirado!
Terá Durão Barroso vergonha do seu passado?

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Durão Barroso no seu melhor!


A História (e a memória) tem destas coisas.
Vejam lá o magistral presidente da Comissão Europeia, o sr. Durão Barroso, a falar da "crise do ensino burguês" e a criticar o serviço cívico.
Recorde-se que o serviço cívico assumido por milhares de portugueses após o 25 de Abril permitiu a construção de várias ruas e outros acessos, bem como inúmeras infraestruturas de utilização pública.
Este era o tempo em que o jovem José Manuel Durão Barroso criticava tudo.
Hoje é altura de aceitar tudo (aceitou ser o mordomo na cimeira da guerra, aceita ser o patrocinador das taxas de juro impostas pelo Banco Central Europeu, aceita patrocinar uma constituição europeia que os povos dizem não querer!)
São os tempos do radical maoista.
vejam o vídeo em:
http://youtube.com/watch?v=8eIuIPUdS1s

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

O que lhe vai na cabeça?


O que estará na cabeça deste senhor (que por sinal é o primeiro ministro deste país) com aquela expressão e acompanhado por Belmiro de Azevedo?

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Que futuro para a Rádio Trofa?

A Rádio
Trofa
foi
vendida!




Foi vendida a um grupo que detém outros interesses em Órgãos de Comunicação Social na região, nomeadamente Jornal Primeira Mão (Maia), Rádio Lidador (Maia) e Rádio Voz de Santo Tirso.
Gostemos ou não da Rádio Trofa (e eu não gosto) temos que reconhecer o papel que assume na região, de proximidade à população do concelho.
Achemos que tem sido gerida de forma parcial ou imparcial (e eu acho que tem sido gerida de forma politicamente parcial) temos que reconhecer a importância de (pelo menos) uma rádio no concelho, com características eminentemente locais/regionais.

Que futuro terá aquela estação de Rádio?
Manterá noticiários concelhios? e a manter esses noticiários que espaço será reservado à vida politica e social que realmente existe no concelho?

Que implicações haverá para a Trofa e para a região a concentração de Órgãos de Comunicação Social num único grupo económico que terá legítimos interesses no capítulo financeiro?

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

BLOCO CENTRAL DE INTERESSES - a pouca vergonha revela-se!

Durante a campanha eleitoral PS/Sócrates prometeu a realização de um Referendo sobre a constituição europeia.
Agora pretende dar o dito por não dito!

A seu lado começa a posicionar-se o PSD com uma das suas mais destacadas figuras de Estrasburgo, a senhora Assunção Esteves, que fez uma declaração na Parlamento Europeu onde considerava que "o referendo não concretiza uma verdadeira comunicação entre a Europa e os cidadãos".

Mais uma vez fica clara a coincidência de posições entre o PS e o PSD nas matérias mais importantes!
É cada vez mais claro que a presidencia portuguesa da União Europeia está a ser usada para impor um tratado (ou uma constituição) sem ouvir os povos.
Como no passado em mais do que um país o povo disse não, agora vão impor aquilo que sabem que não conseguiriam por referendo!
UMA VERGONHA QUE CONTA COM O APOIO DO PS E DO PSD!!!!!

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Campo de Couves na estrada

Em Várzea de Meruge - Seia , Serra da Estrela - a população cansou-se
de pedir ao presidente da Junta que reparasse o piso de uma rua.
Vai daí, decidiu plantar couves nos buracos... e agradecer ao presidente.

Vale a pena ver as imagens:

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Mais um acidente!


O Noticias da Trofa relata a ocorrência de mais um acidente no cruzamento da EN14 com a rua da Escola Secundária da Trofa.
Estes acidentes têm-se sucedido a um ritmo bastante preocupante desde que retiraram os semáforos. Situação que é agravada pela muito deficiente sinalização vertical e pelo excesso de velocidade de alguns condutores.
Que razões estiveram na origem da retirada dos semáforos?
O presidente da Câmara responde: “durante este período estivemos a fazer uma experiência mas chegamos à conclusão que a melhor solução passa pela recolocação dos sinais luminosos”.
Não haverá outra forma de perceber se os semáforos são ou não necessários, sem que para tal tenha que colocar em causa a segurança (e a vida) das pessoas?

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Os louros a quem merece (II)

A imagem associada a este post era demasiado "pesada" e por isso não ficou disponível como eu pretendia.
Aqui fica a imagem correcta:

Mais sobre a distribuição de riqueza no Portugal de Sócrates

Um estudo recente do economista Eugénio Rosa (publicado em www.resistir.info) denuncia que a tão badalada convergência de preços na União Europeia não é acompanhada pela convergência de salários.
Assim, seremos cada vez mais prejudicados nesta UE.

Em 2000, os preços médios na UE25 eram superiores aos portugueses em 26,6 pontos percentuais (+36,2%), enquanto, em 2006, essa diferença tinha-se reduzido para cerca de metade, já que era apenas de 13,5 pontos percentuais (+13,5%). E isto já para não falar dos preços da electricidade, do gás e dos combustíveis que, como mostramos em estudos anteriores, são em Portugal superiores aos preços médios da União Europeia, o que resulta da total falta de controlo, pela autoridade da concorrência e pelo governo, do aumento dos preços nosso País.

Enquanto isto se verificou em relação aos preços, relativamente aos salários e outros rendimentos registou-se precisamente o contrário.

Em 2000, o salário médio anual nominal português correspondia apenas a 43,8% do salário médio anual da Zona do Euro; e, em 2005, já correspondia a 43,3%. Mas é a nível do salário real que a diminuição é maior, como consequência da taxa de inflação em Portugal ser sistematicamente superior à taxa média de inflação na União Europeia. Em 2000, o salário médio anual real em Portugal correspondia a 43,5% do salário médio anual real da Zona do Euro, ou seja, menos 0,5 pontos percentuais (-0,7%), enquanto em 2006 já correspondia a 40,9%, ou seja, tinha diminuído em 2,6 pontos percentuais (menos 6%). Portanto, a divergência aumentou nos últimos 5 anos.


VER TEXTO COMPLETO

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

A distribuição de riqueza no Portugal de Sócrates

Em conferência de imprensa recente, o PCP denunciou alguns dos números que espelham o contraste entre a dureza da vida de quem trabalha e o bem estar de quem os explora.

Aqui ficam 3 parágrafos dessa conferencia de imprensa:


Os lucros dos cinco maiores grupos bancários em conjunto com a GALP, PT, EDP e SONAE somaram mais de 5,3 mil milhões de euros em 2006.

A remuneração média de cada membro de conselho de administração das empresas cotadas na bolsa representa 31,5 mil euros/mês e uma grande parte destes administradores foram aumentados sessenta vezes mais que um trabalhador comum.

As fortunas dos 100 mais ricos de Portugal aumentaram 35,8% em apenas um ano, atingindo o valor de 34 mil milhões de euros, o que daria para pagar um salário mensal de 500 euros a um milhão de trabalhadores durante 5 anos. O mais rico entre os ricos (Belmiro de Azevedo), em apenas um ano praticamente duplicou a sua fortuna passando de 1 779 milhões, para 2 989 milhões de euros.


O texto integral da conferencia de imprensa pode ser consultado em:
http://www.pcp.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=30313&Itemid=245

domingo, 19 de agosto de 2007

Estranho silêncio!

Um estranho silêncio tem caracterizado a forma como a comunicação social portuguesa tem tratado a situação política de Timor após as últimas eleições legislativas.
Nem a caricata situação de se convidar os partidos derrotados para fazer governo parece ser motivo para se ouvir as partes, para se fazer debates, para se denunciar este "golpe de estado" promovido pela dupla Ramos Horta/Xanana Gusmão.

De tudo o que se passa surgem imagens esporádicas nas televisões sobre "cenas de violência" que espelham a "instabilidade" que se vive em Timor.


Para fugir à monotonia noticiosa do nosso Portugal, o Avante vem publicando vários artigos todas as semanas sobre a situação vivia em Timor, cá fica o último:
Violência regressa a Timor
Fretilin devolve acusações

A Fretilin condenou, domingo, a violência crescente em Timor mas rejeitou as acusações de levantamento armado no país.

Em comunicado divulgado pelo vice-presidente da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin), Arsénio Bano, o partido vencedor das últimas legislativas no país condena «qualquer acto de violência» e apelou aos «nossos partidários» e aos «de outros partidos» para que «exerçam o respectivo direito legal de se manifestarem» de forma pacífica.
Quanto aos rumores de um levantamento armado em Timor-Leste promovido pela histórica formação da resistência maubere, Bano rejeitou as acusações e disse que tal boato é um exagero lançado pelos inimigos da Fretilin, os mesmos que impediram o partido de assumir a liderança do governo de Díli, agora chefiado por Xanana Gusmão.

Prontos a trabalhar com a ONU

No comunicado, Arsénio Bano esclareceu ainda que a Fretilin está empenhada em cooperar com as investigações das forças das Nações Unidas destacadas no território, a UNPol e a ISF. Em causa está um pretenso ataque, sexta-feira da semana passada, contra uma caravana de «capacetes azuis».
Não obstante, Bano sublinhou que o conflito teve início quando a UNPol decidiu acabar com um protesto popular começando por arrancar cartazes e bandeiras da Fretilin, prática que, disse ainda, revela uma violência contra membros da Fretilin que não é uniforme quando comparada com protestos de membros de outros partidos.
«A UNPol e a ISF permaneceram sentadas e não fizeram nada para acabar com meses de violenta e perseguição contra os partidários da Fretilin em Ermera e em outros lugares no ano passado», disse Bano.
Dados oficiais dizem que a UNPol já deteve desde o início dos protestos mais de 30 pessoas. O incidente mais grave ter-se-á registado em Baucau quando um grupo de cem jovens invadiu o convento local e violou várias menores. O responsável do orfanato, Basílio Maria Ximenes, disse «acreditar» que o grupo criminoso era composto por apoiantes da Fretilin, mas em declarações à Antena 1, a porta-voz da polícia das Nações Unidas, Kedma Mascarenhas, não confirmou a versão do eclesiástico referindo-se a confrontos entre grupos rivais nas imediações do convento sem «feridos entre as mulheres e as crianças».

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

PDM - Proposta de cartaz


Cá fica mais uma proposta de cartaz à consideração da Câmara Municipal da Trofa

quarta-feira, 25 de julho de 2007

Habitação Social na Trofa

Aqui fica uma proposta de cartaz para substituir aqueles que a Câmara tem espalhado pelo concelho:

sexta-feira, 20 de julho de 2007

O regresso ao passado, ou o fascismo encapotado?


As associações patronais avançaram com nova proposta para a legislação laboral: que seja permitido o despedimento de trabalhadores por razões políticas ou ideológicas (ver noticia).

É a falta de vergonha completa!
Estes patrões (com pouca formação humana e académica, perfeitos trauliteiros e arruaceiros) defendem mais um regresso ao passado, àqueles tempos em que o patrão pode despedir porque lhe apetece, em que que fala o que é incomodo se arrisca a ir para a rua, em que trabalho e escravatura se confundiam.

É óbvio que o governo tem dado exemplos de querer a repressão e o regresso ao 24 de Abril de 1974. As perseguições políticas e os saneamentos dos cargos da Administração Pública que o Governo PS/Sócrates está a fazer deixam os patrões esperançados de que esta medida possa avançar.

E nós, portugueses, o que fazemos?
Calamos ou lutamos por uma verdadeira mudança de políticas?


E nós, portugueses, o que fazemos?
Continuamos a alternar entre PS e PSD (com ou sem a muleta do CDS) ou optamos por uma roptura democrática e de esquerda com estas políticas?

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Piscinas Municipais da Trofa

Já muitos se esqueceram, mas a poucos meses das últimas Eleições Autárquicas foi apresentado o projecto das piscinas municipais da Trofa e avançado o mês de Julho de 2007 como data de conclusão! ESTAMOS À ESPERA!


Porquê que a Câmara não substitui a propaganda que tem por nova propaganda?
Eu sugiro este cartaz:



terça-feira, 17 de julho de 2007

Sobre o aumento do preço dos combustíveis


Os órgãos de informação noticiaram na semana passada um novo aumento dos preços dos combustíveis. E a justificação dada pelas empresas foi a habitual: o aumento do preço do barril de petróleo.
Mas a verdade é outra!
Utilizando dados da Direcção Geral de Energia do Ministério da Economia, o economista Eugénio Rosa mostrou que o preço médio em euros do barril de petróleo no 1º semestre de 2007 foi inferior ao preço médio do 1º semestre de 2006 em -11,2%.
provou ainda que durante este período o preço da gasolina subiu, desde o inicio deste ano, cerca de 12% e o de gasóleo 8%.
Como consequência de tudo isto é bem evidente: os lucros da GALP em dois anos de governo de Sócrates aumentaram 421,9 milhões de euros, quando nos dois anos anteriores tinham subido 218,5 milhões de euros.
Tudo tem lugar perante a passividade e a conivência de Socrates e do seu ministro da Economia, e da chamada autoridade da concorrência, que nada fazem para por um travão.


Enquanto isto acontece, nós é que pagamos!

quarta-feira, 11 de julho de 2007

alguns comentários sobre Joana Lima e a sua entrevista ao JN

A edição de ontem do JN presenteou-nos com uma entrevista com a deputada do PS Joana Lima.
A entrevista transpareceu uma deputada empenhada na defesa dos interesses da população da Trofa na Assembleia da República.
Será mesmo assim?

Joana Lima fez até hoje meia dúzia de intervenções em plenário. Uma delas com incidência na Trofa, sobre a plataforma logística. Mas, esta ilustre deputada abriu a boca para defender o governo e não a Trofa. Chegou ao ponto de afirmar que a Plataforma Logística (no seu projecto inicial) era vantajosa para o concelho em vários aspectos, inclusive ambiental!!! uma mentira como se sabe e até já o próprio governo reconheceu.

Sobre os requerimentos. Apresentou um requerimento sobre o Metro... pois muito bem! mas o que disse ao Ministro na audição parlamentar, quando estava em causa a defesa da linha da Trofa?

Qualquer um dos dois deputados eleitos pela CDU no distrito do Porto já apresentaram mais de 10 requerimentos sobre o concelho, Joana Lima apresentou 1!!!!!
Qualquer um dos dois deputados eleitos pela CDU no distrito do Porto já apresentaram propostas de Resolução sobre problemas que afectam o concelho (nomeadamente sobre a emissão de odores por unidades industriais - relacionado com a situação da Savinor) Joana Lima não apresentou nenhum!

Joana Lima afirma que vai estar atenta aos processos relacionados com as variantes às estradas nacionais 14 e 104. Ficará de bem com a sua consciência se continuar a ver o seu grupo parlamentar chumbar propostas para a Trofa?



No próximo artigo de opinião n`O Noticias da Trofa tentarei aprofundar algumas coisas sobre isto com dados da própria Assembleia da República.

sexta-feira, 29 de junho de 2007

Perderam a vergonha toda!

Depois do caso Charrua (o funcionário da DREN que foi afastado por dizer uma piada sobre o primeiro ministro), foi o autor de um blog a ser processado.
Agora é o caso da directora do centro de saúde de Vieira do Minho ser afastada porque um médico afixou uma noticia sobre declarações do Ministro da saude.

Acresce a tudo isto que a noticia (de que o ministro da saude diz que nunca iria a um SAP) é verdadeira!

Onde vai parar esta paranóia persecutória do governo liderado pelo senhor José Sócrates Pinto de Sousa?



(será que vou ser processado por ter escrito isto?)

quinta-feira, 28 de junho de 2007

Sociedade de Reabilitação Urbana na Trofa!?

Por proposta da Câmara Municipal, a Assembleia Municipal da Trofa alterou ontem os estatutos da Trofa-Park para que esta passasse a ser uma Sociedade de Reabilitação Urbana.
A este propósito, a CDU disse que:


Por iniciativa da Câmara Municipal da Trofa vem hoje a esta Assembleia uma proposta de conversão da TROFA-PARK em Empresa de Reabilitação Urbana.

A desculpa é agilizar processos.

Contudo, o Decreto-Lei n.º 104/2004 de 7 de Maio, no seu Artigo 36º permite que “Os municípios assumam tarefas de reabilitação urbana em zonas históricas ou áreas de recuperação ou reconversão urbanística, sem intervenção das Sociedades de Reabilitação Urbana, podem optar por seguir o regime jurídico previsto neste diploma incluindo … a isenção do disposto no regime das empreitadas de obras públicas”

Portanto, a própria Lei que cria as Sociedade de Reabilitação Urbana dá às Câmara Municipais os mesmos instrumentos que facilitam e agilizam os procedimentos.

Em função disto, não vemos motivos para se proceder a esta alteração.



Escusado será dizer que PSD/PS/CDS estiveram de acordo com mais esta invenção que permitirá a alguns gerir os bens públicos que podem originar lucros e ficará a Câmara apenas com a gestão daquilo que não interessa aos privados!!!!!!!




quinta-feira, 21 de junho de 2007

Política Social na Trofa

No último relatório da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Trofa (relativo ao ano de 2006), que é presidida pela Câmara Municipal da Trofa, são sinalizados 94 casos de crianças em risco.

A incapacidade de resposta da autarquia fica clara quando se reconhece que destes há 61 situações detectadas não se conhece o nível de escolaridade dos pais, 21 casos em que não se conhece a profissão dos progenitores e chega ao ponto de 11 das crianças sinalizadas no Relatório nem se saber se frequentam a escola ou se trabalham.

Para que serve uma comissão de protecção que nem conhece a realidade (familiar, escolar, social, económica) das pessoas que deveria proteger?

Esta é uma das realidades da política social neste concelho. Por sinal a única que Joana Lima (responsável local do PS) elogia na gestão PSD!!!

quinta-feira, 14 de junho de 2007

Bernardino/Socrates/Pinho

Manuel Pinho veio esta semana ao concelho elogiar a ALET.
Tantas noticias sobre um projecto que não passa disso mesmo!

A novidade passa pela sintonia entre a Câmara e Governo. Anunciaram 1000 novos postos de trabalho.
Ao governo só falta 149000 para cumprir a promessa eleitoral.

Mas de que realidade sócio-económica é que estão a falar? será da Trofa?

quinta-feira, 7 de junho de 2007

Prestação de casa mais cara - sempre os mesmos a pagar!

Segundo o Correio da Manhã de hoje, uma prestação mensal de casa pode subir 110 euros até ao final de 2007. Tomemos o seguinte exemplo: no início do ano, um empréstimo de 150 mil euros, a pagar em 30 anos e com um spread de 0,5 por cento tinha uma prestação mensal de 741,34 euros quando a taxa de juro Euribor a seis meses estava a 3,789 por cento. Até ao fim do ano, a referida taxa atingirá os cinco por cento, fazendo a prestação do crédito mencionado subir 110 euros, para 851,58 euros (aumento de 15 por cento).

Importa lembrar que a taxa estava em 2,24% em Janeiro de 2004,
subiu 89,5 por cento até ontem, dia em que a referida taxa se fixou em 4,264 por cento, novo máximo desde Agosto de 2001.

Veja a noticia na integra no Correio da Manhã.

quarta-feira, 30 de maio de 2007

Sobre a Greve Geral - alguns dados

Muito se tem falado (e irá continuar a falar-se) da greve geral, das adesões, dos números, das percentagens.
Como as televisões, jornais e rádios não dão uma visão nacional e sector a sector da verdadeira dimensão da greve, deixo um contributo para uma melhor percepção.
Clica aqui para veres alguns dados.

segunda-feira, 28 de maio de 2007

quinta-feira, 24 de maio de 2007

Sobre o acordo do Metro para a Trofa...

Afonso Paixão (do PS, ex responsável concelhio e ex-vereador) escreve hoje n`O Notícias da Trofa a propósito do Acordo do Metro para a Trofa que:

Não há dúvidas que somos tratados como o parente pobre da Área Metropolitana: não temos a via dupla garantida (caso único) nem o prazo.

Não entendo por que razão temos que andar permanentemente em estudos. Se não tivessem retirado o comboio, andariam agora a pedir-nos para aceitarmos a troca. Enfim....ás vezes confia-se ingenuamente.

Creio que não é preciso dizer muito mais, apenas lembrar que Joana Lima e Bernardino Vasconcelos disputam agora os louros de uma vitória que não existe.

Mais uma vez, é caso para dizer: HAJA VERGONHA!!!

terça-feira, 22 de maio de 2007

Mais uma metira do PS/Trofa

O Jornal de Notícias de hoje diz que o PS esteve "desde a primeira hora a favor da extinção da TROFAGUAS e/ou da sua integração nos serviços municipais".

Esta é uma grande mentira!

Não é verdade que o PS tenha estado desde a primeira hora com a extinção da TROFAGUAS.

Por exemplo, alguém se lembra como votou o PS aquando da criação da TROFAGUAS?


Já em 2005, em plena campanha autárquica o PS quando não conseguia fugir a esta questão refugiava-se no NIM (ou seja nem sim nem não).
Já depois da tomada de posse dos actuais eleitos autárquicos na Câmara e Assembleia Municipais, o PS manteve a sua reserva quanto à extinção da TROFAGUAS.

Para onde caminha este PS?


segunda-feira, 21 de maio de 2007

Acordo sobre o Metro...???

Os jornais anunciam que hoje, as 17h00, será assinado um acordo entre o Governo e a Junta Metropolitana do Porto sobre o Metro.
Este alegado acordo apenas representa cedências:
  1. Linha da Trofa não tem garantias de duplicação,
  2. Governo vai ter a maioria na gestão deste projecto metropolitano,
  3. as indemnizações compensatórias do governo continuam por ser negociadas, o que faz com que os preços dos bilhetes sejam tão altos e pode inclusive pôr em causa a viabilidade deste projecto.
A Direcção da Organização Regional do Porto do PCP emitiu hoje um comunicado que transcrevo:

Junta Metropolitana do Porto de cócoras perante a sede centralizadora do Governo!

1. O projecto do Metro encontra-se quase completamente bloqueado pelo governo há quase dois anos por sua decisão de não avançar com qualquer obra, limitando-se a concluir o que estava em curso.

O Acordo que será hoje assinado entre a Junta Metropolitana do Porto (JMP) e o Governo para o Metro do Porto, segundo as noticias vindas a público, confirma as preocupações anteriormente manifestadas pela DORP do PCP com a JMP a ceder às intenções de um governo que apregoa a descentralização mas impõe a centralização da gestão de um projecto metropolitano, que lhe permite gerir as obras com base em eventuais critérios eleitoralistas e consoante os seus interesses.

Este arranjo do Bloco Central de interesses na JMP (PSD/PS), que entrega a maioria da Comissão Executiva da Metro do Porto ao Governo, é profundamente lesivo para a região e retira um importante centro de decisão da Área Metropolitana do Porto, aumentando ainda mais a sua perda de influência.

2. Sobre as indemnizações compensatórias, fundamentais para a viabilização de um projecto de serviço público como aquele que defendemos para o Metro do Porto, pelo que se conhece nada consta do Acordo.

Desde sempre exigimos da parte do Governo uma outra postura na atribuição das indemnizações compensatórias porque se impõe que as verbas a transferir pelo Governo sejam ajustadas à realidade do serviço público prestado e à da Grande Área Metropolitana do Porto. Recorde-se que a realidade actual penaliza, em termos relativos, a população desta região que, segundo dados do INE, tem menor poder de compra e maior taxa de desemprego.

3. Quanto aos projectos em torno dos quais alegadamente se chegou a acordo, a DORP do PCP critica o facto de continuar adiada a segunda linha de Gondomar, que iria abranger a zona urbana daquele concelho que hoje é pior servida por transportes públicos, nomeadamente a freguesia de Valbom. Mesmo a construção da linha de Metro até à Venda Nova, em Rio Tinto, acrescenta muito pouco ao que serve actualmente a linha de Comboio.

Igualmente adiada, a julgar pela ausência de referencias nas noticias vindas a público, fica a segunda linha de Gaia o que levará a mais um atraso na resolução dos graves problemas de mobilidade na Área Metropolitana do Porto, principalmente no que diz respeito aos movimentos pendulares entre os concelhos de Gaia e do Porto.

Por fim, o que foi apresentado como avanço pelo presidente da JMP, o acordo sobre a linha da Trofa, não passa de um flop. Na verdade, o acordo que hoje será assinado não garante que a duplicação da linha entre o ISMAI e a Trofa avance, podendo colocar em causa a própria rentabilidade deste troço.

Porto, 21 de Maio de 2007

A DORP do PCP

Acabou o campeonato... e agora?

Acabou o campeonato de futebol.
Na 1ª Liga o Porto foi Campeão e na de Honra (Liga Vitalis) o Trofense manteve-se.
E agora?
  • Será que sobrará mais tempo para se discutir os problemas do concelho e do país?
  • Será que se vai falar da Greve Geral (a greve contra a liberalização dos despedimentos, contra o aumento do custo de vida, contra o desemprego, contra a precariedade laboral)
  • Será que a população trofense se irá mobilizar a sério para impedir que o PSD (com o apoio do PS) prossiga com a ideia absurda de construir a Câmara na zona do Catulo (entre a capela e a antiga serração)

sábado, 19 de maio de 2007

Ao sabor do vento

No inicio da passada semana, foi definida a data de 1/Julho para as eleições intercalares em Lisboa. Na altura, PS, PSD, PCP e BE manifestaram o seu acordo.
Ontem o Tribunal Constitucional ordenou que fosse escolhida outra data.

O sr. José Sá Fernandes (cabeça de lista do BE) veio logo dizer que estava muito feliz com a decisão do Tribunal Constitucional.
Mesmo sendo um alegado independente, este homem já aprendeu uma das regras básicas do BE: adaptar o discurso a cada circunstancia e dizer o que parece ser melhor em cada momento, independentemente da coerência e dos princípios...

terça-feira, 15 de maio de 2007

Aprofundam-se divergências no poder trofense!

Depois de a Câmara Municipal da Trofa ter atabalhoadamente imposto a localização da futura Câmara na zona do catulo (com o acordo do PS), vêm agora a público as divergencias que se tentaram esconder.
O presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado escreveu uma carta aberta ao Presidente da Câmara sobre este assunto.
No essencial estou de acordo com o conteúdo, pois parece-me o mais lógico, o que permite alargar de forma sustentada a malha urbana do concelho e aproximar os Paços do Concelho da maioria das freguesias.

Este é o texto da carta aberta:


Meritíssimo Sr. Presidente da Câmara Municipal da Trofa Dr. Bernardino Vasconcelos

Trouxe V.Ex.a em Novembro de 2006, à Assembleia Municipal, para aprovação a realização de um plano de pormenor para o espaço compreendido entre a rotunda do Catulo até ao limite a sul do Bairro da Capela e entre a linha-férrea e a EN.14, para requalificação deste espaço e aí ser implantada a futura Câmara Municipal - Paços do Concelho.

Nessa reunião e como Presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, parte integrante da cidade da Trofa, afirmei que no nosso entendimento não era a melhor localização, pois tendo em conta a localização das freguesias que integram o concelho da Trofa, a sul da cidade, seria no triângulo Pateiras - Saprogal- Arbofil, em termos de COESÃO MUNICIPAL, o local apropriado.

Mas com o sentido da responsabilidade que nos caracteriza, afirmei então que, não sendo a melhor localização, concordava com a proposta apresentada, pois aquele espaço necessitava de uma requalificação e era considerado o centro da cidade da Trofa, embora salvaguardando alguns considerandos, tais como a urgente construção da variante à E.N.14, o edifício ser virado para sul sem barreiras nem fronteiras, com uma enorme praça, ...

Foi com espanto que constatei na Assembleia Municipal de Abril de 2007, a Câmara Municipal da Trofa, no sentido de agilizar o procedimento administrativo para a elaboração do projecto de requalificação desse espaço e aí edificar os Paços do Concelho, viu-se confrontada com o direito de propriedade daquele espaço público por parte da Junta de freguesia de S. Martinho de Bougado. Aliás com uma ameaça para tribunal administrativo para legitimar propriedade.

Sr. Presidente da Câmara:

Perante todo este problema administrativo sobre quem é detentor do direito à posse legítima deste nobre espaço público, Junta de S. Martinho de Bougado ou Câmara Municipal, perspectivam-se imensos problemas e atrasos para a obra que todos os Trofenses desejam e exigem e questiona-se mais uma vez a sua localização.

É o momento Sr. Presidente da Câmara para uma reflexão.

Esta é a melhor localização para os Paços do Concelho;

Problemas Burocráticos e infindáveis atrasos em perspectiva;

Localização das freguesias que integram o concelho da Trofa - a sul da cidade ;

COESÃO MUNICIPAL - o melhor e mais rápido acesso de todos os Trofenses

Nova centralidade;

Um espaço público de todos e para todos.

É tempo sim, Sr. Presidente da Câmara, para decidir e rápido...

Os Trofenses esperam que decida bem...

O concelho da Trofa merece e os munícipes assim o esperam.

Um abraço

Presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado

09-05-2007

António Costa Azevedo

sexta-feira, 11 de maio de 2007

Paulo Portas - o demagogo!

Paulo Portas vei ao Porto para andar de metro e dizer que o governo tem que construir o Metro até à Trofa!
Bonito, mas que fez o senhor Paulo Portas para que o Metro viesse à Trofa quando foi membro de dois governos (Durão e Santana) até há dois anos atrás?

Haja vergonha com tanta demagogia!

Para este senhor parece valer tudo!

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Sobre as OTA`s, os TGV`s e afins...

Muito se tem falado sobre a localização do futuro aeroporto em Lisboa, o Aeroporto da OTA, sobre o comboio de alta velocidade, o de velocidade elevada e seus parentes.
Muito se fala mas a verdade é que o PS, escudado na maioria absoluta que detém na Assembleia da República se prepara para cimentar decisões sobre esta matéria.
A este propósito, fica um excerto de um documento apresentado pelo Grupo Parlamentar do PCP e que está em análise na Comissão do Poder Local da Assembleia da república:

"
o Grupo Parlamentar do PCP, tendo presente as profundas críticas que têm vindo a público sobre algumas das opções contidas no PNPOT, designadamente no que concerne à localização do Novo Aeroporto Internacional de Lisboa e às suas implicações directas nas restantes modalidades de transportes, bem como à importância de uma visão mais objectiva das soluções em estudo para a alta velocidade (AV), velocidade elevada (VE) rede ferroviária convencional, rede portuária, rede aeroportuária, propõe: a eliminação de todas as referências à localização na OTA do Novo Aeroporto Internacional de Lisboa constantes no PNPOT bem como de todas as propostas de transportes – ferroviários e rodoviários – a este associados. Propõe ainda a definição de um calendário para a apresentação de um Plano Nacional de Transportes e Logística, elaborado com a participação de todos os interessados, com objectivos sectoriais calendarizados e respectivas fontes de financiamento."

Parece sensata a proposta, resta esperar se terá colhimento...

segunda-feira, 7 de maio de 2007

Parabens ao CAT!!!

Novamente as atletas do Clube Académico da Trofa conseguem um feito de relevo nacional: sagraram-se ontem campeãs nacionais de Voleibol Feminino!
Ao CAT, em particular às atletas, um justo reconhecimento.

Em piores lençóis parece estar o futebol masculino do Trofense que voltou a perder e, próximos do fim do campeonato, continua ainda por assegurar a manutenção na Liga de Honra.
Boa sorte!

sexta-feira, 4 de maio de 2007

Novamente o Metro - HIPOCRISIA QUANTO BASTE!

Hipocrisia é o único adjectivo que me ocorre para comentar a noticia divulgada on-line pelo Jornal/Radio Trofa sobre a prioridade a dar a Trofa na concretização da linha do Metro.
Se há efectivamente esta vontade política da Junta Metropolitana do Porto, da Câmara da Trofa e do próprio PSD em defender a Linha de Metro até à Trofa (em via dupla, obviamente) porquê que continua a ser escondido o estudo que a própria Junta Metropolitana do Porto realizou?
Porque é que não usam os dados deste estudo sobre os milhares de utentes da linha?

segunda-feira, 30 de abril de 2007

Todos ao 1º de Maio

25 anos depois do 1º de Maio de 1982

Recordar os mortos, os feridos e a população do Porto que lutou (e luta) pelo trabalho com direitos.

Noticia do JN sobre o 1º maio de 1982

sexta-feira, 27 de abril de 2007

O PS/Trofa a duas vozes... mais uma vez!

Mais uma vez, o PS/Trofa depois de conseguir os títulos dos jornais locais sobre a sua posição contraria às contas da Câmara, fala a duas vozes no Órgão deliberativo municipal (a Assembleia Municipal) uns eleitos municipais votaram contra as contas, outros abstiveram-se!
Com que cara vai aparecer a falar das contas da Câmara?
possivelmente com a mesma que teve até agora, a cara da demagogia que se consegue moldar às várias situações!

quinta-feira, 26 de abril de 2007

As contas da Câmara da Trofa

Alguns dados sobre as contas da Câmara da Trofa que hoje vão a votação na Assembleia Municipal:

  • Aquisição de bens de capital - taxa de execução de 26,92%
  • Habitação - taxa de execução de 0%
  • Creches - taxa de execução de 54,9%
  • Escolas - taxa de execução de 17,60%
  • drenagem de águas residuais - taxa de execução de 18,13%

Relativamente ao Orçamento global, a taxa de execução no que respeita à receita de capital foi de 29,70%.

Esta é a realidade de uma Câmara que promete, promete, promete... mas faz muito, muito pouco!

quarta-feira, 25 de abril de 2007

Metro para a Trofa - sobre os desenvolvimentos de ontem

Ontem decorreu uma audiência parlamentar a pedido do PCP para analisar a situação do Metro. Ministro e Secretária de Estado estiveram presentes para responder aos deputados.
Sobre a Trofa há a destacar o facto de o governo assumir a possibilidade de avançar com o concurso no primeiro semestre de 2008.
Contudo, a Metro do Porto e a Junta Metropolitana continuam a esconder o estudo sobre a viabilidade da duplicação da linha da Trofa, podendo desta forma comprometer irremediavelmente a duplicação da linha da Trofa.
Há ainda uma outra questão que não pode deixar de ser destacada. É que a linha da Trofa está prevista desde o início deste projecto. É a única da primeira fase que ainda não foi executada, já viu outras linhas que não estavam na primeira fase entrar em funcionamento (Aeroporto e V. N. Gaia)... mas neste processo futuro ainda verá as linhas de Gondomar (Até Venda Nova) e de Gaia (até Cedro) avançar antes da linha da Trofa.
Digam o que quiserem, a capacidade de influencia e o poder negocial da Câmara da Trofa é muito reduzido neste processo. Por uma questão de humildade democrática, era justo que Bernardino Vasconcelos reconhecesse que geriu mal este processo.
Será que algum dia o vai reconhecer publicamente?

domingo, 22 de abril de 2007

Joana Lima elogia trabalho social da Câmara

Em entrevista recente à Rádio/Jornal da Trofa, a responsável máxima do PS/Trofa (Joana Lima) elogiou o trabalho da Câmara no campo social.
Na verdade o pelouro de Jaime Moreira tem dado muitas noticias nos jornais de referencia locais e nacionais.
No último mês foram noticias sobre:
  • o diagnóstico social do concelho,
  • a preocupação da autarquia (que está nas mãos dos mesmos há oito anos) pela falta de creches no concelho,
  • a apresentação de um projecto sobre toxicodependência,
  • a ausência de espaços no concelho para encaminhar crianças e jovens em risco, mas que o Vereador do pelouro garantiu que iria resolver o problema em breve.
A juntar a estas noticias, todos nós já estamos fartos de ver os cartazes espalhados pelo concelho a informar todos os que por cá passam que este é um "Município Pro-família"... seja lá o que isso for!

Isto são factos, mas nenhum destes factos revela trabalho, ou pelo menos um bom trabalho, da autarquia na resolução dos problemas sociais.

Será que Joana Lima leu o relatório do diagnostico social do concelho?
Será que acha que a autarquia trabalha bem ao desconhecer a realidade em que vivem muitas das famílias "sinalizadas" no relatório como sendo famílias de risco?
... ou será que Joana Lima foi na onda em curso e diz bem do trabalho social porque há outras pessoas a dizer bem?

quinta-feira, 19 de abril de 2007

SOBRE O METRO... Intervenção da CDU na Assembleia Metropolitana do Porto

segue um excerto da intervenção da CDU na reunião da Assembleia Metropolitana do Porto de ontem à noite sobre o Metro para a Trofa:

"Voltando ao documento enviado pela Junta ao governo, questionamos que razão leva a Junta a omitir a existência de um estudo sobre a linha da Trofa que esta Junta realizou no primeiro trimestre de 2006 e que reforça a necessidade da duplicação da via.

Estudo no qual contabilizaram em Fevereiro de 2006 mais de 12.000 validações de títulos de transportes nos autocarros que asseguram a ligação alternativa, em muito más condições, àquela população desde que lhes tiraram o comboio.

Falamos de um concelho que aceitou abdicar de um meio de transporte que efectuava a ligação directa aos concelhos da Maia, de Matosinhos e do Porto para receber o Metro.

Falamos da mais antiga linha prometida e ainda por cumprir.

Falamos das expectativas de uma população que já se sente enganada pois começa a perceber que se tivesse comboio para se deslocar para o Porto pagaria 34,50 pela assinatura mensal e quando chegar o Metro pagará mais 24% pela aquisição do título mensal ANDANTE de acordo com o zonamento existente.

Mas, ainda, e por fim, sobre a linha da Trofa, exige-se que a Junta Metropolitana assuma uma postura de inflexibilidade quanto ao compromisso da construção da Linha do Metro entre o ISMAI e a Trofa, em via dupla."

terça-feira, 17 de abril de 2007

O Metro, a Junta Metropolitana, a Trofa e o presidente da Câmara

Um digníssimo anónimo publicou um comentário no post anterior acusando-me de mentir ao afirmar o acordo da Junta Metropolitana do Porto relativamente à secundarização da linha da Trofa.
Eu escrevo sobre isto conhecendo o conteúdo dos documentos trocados entre a Junta Metropolitana e o Governo.
Por isso, posso dizer que se a Junta Metropolitana do Porto quisesse que a linha da Trofa avançasse em via dupla divulgava ao governo o conteúdo de um estudo que realizou no ano passado e onde contabilizaram mais de 12 mil utentes nos transportes alternativos entre a Trofa e o ISMAI.
Podiam ainda afirmar que, com o Metro em funcionamento, aumentaria a capacidade de atracção relativamente ao transporte privado e aos restantes operadores de camionagem que efectuam o mesmo percurso.

Só que a Junta Metropolitana do Porto esconde este estudo que é favorável à Trofa... e o Presidente da Câmara Municipal da Trofa (e membro da Junta Metropolitana do Porto) também permite que isto continue escondido!

Porque será?

quarta-feira, 11 de abril de 2007

Onde está o Presidente da Câmara da Trofa?

40 mil trofenses esperam pelo Metro enquanto o governo se entretém a prometer e a desprometer.
O presidente da Câmara da Trofa parece calado perante as noticias vindas a público nos jornais nacionais.

É caso para olhar para a imagem e perguntar
onde está o Presidente da Câmara da Trofa?

terça-feira, 10 de abril de 2007

Guerra no PSD/Trofa chega a Matosinhos!

Em artigo de opinião publicado n`O Primeiro de Janeiro em 21 de Março, José Leirós (militante do PSD/Matosinhos) faz uma crítica muito séria a João Moura de Sá que é vereador em Matosinhos e que, segundo este militante do PSD/Matosinhos, só faz oposição ao PSD na Trofa e não faz oposição ao PS de Matosinhos.

Estará João Sá a pensar em outros voos?

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Em alguma coisa somos bons...

Num concelho com índices de qualidade de vida e de desenvolvimento económico muito aquém do desejável, é de assinalar vitórias como as que o CAT nos vem habituando.
Desta vez foi a Taça de Portugal.
Parabéns!!!

quinta-feira, 5 de abril de 2007

Outra vez o Metro...

O senhor Ministro agora já diz que afinal não quer bem o que está escrito no ofício do seu Ministério... pelos vistos há 3 dias dizia que obras só em 2009, agora diz que pode ser possível antes de 2009...
Trapalhadas, mentiras, falsidades, incompetência... parece que há de quase tudo neste governo!

quarta-feira, 4 de abril de 2007

Metro para a Trofa... andamos a bricar com o povo?

O Jornal de Noticias afirma hoje que o Metro para a Trofa não começará a ser construído antes de 2009.
O Governo (que se julga pessoa de bem) decidiu em Conselho de Ministros em 2003 esta obra que já estava incluída na primeira fase do projecto.
O senhor Mário Lino (Ministro da tutela) parece que agora dá o dito por não dito e atira as obras lá para 2009 (ano de eleições legislativas!)

A Junta Metropolitana empurra as responsabilidades para o Governo, o Governo empurra-as para a Junta Metropolitana!

Quando é que se elege uma verdadeira Junta Metropolitana? quando é que entra em funcionamento a Autoridade Metropolitana de Transportes?


O Grupo Parlamentar do PCP já teve iniciativas legislativas sobre isto no entanto, o Bloco Central de interesses chumbou-as!

Sobre as multas ao Porto e ao Benfica...

Foi hoje noticiado que o FCPorto e o SLBenfica foram multados em 1500 e 2000 euros respectivamente devido aos distúrbios registados no ultimo Benfica-Porto.
Multas de 300 contos para o FCPorto e 400 contos para o SLBenfica são irrisórias!
Até parece que brincamos ás multas!

quinta-feira, 29 de março de 2007

15 meses sempre a subir!


As taxas de juros de referência para o crédito à habitação voltaram a subir em Fevereiro, situação que se repete em Portugal pelo 15º mês consecutivo!!!!
A prestação média mensal das famílias portuguesas subiu em média 315 euros.

Com o fim do crédito bonificado para a aquisição de casas por parte dos jovens e com o recente ataque ao arrendamento jovem para que nos serve a propagandeada recuperação económica?

segunda-feira, 26 de março de 2007

... e vão 3...

É já o terceiro autarca do BE de Salvaterra de Magos constituído arguido, denunciou a CDU e noticiou o Jornal de Notícias.
Desta feita foi o presidente da Junta de Freguesia de Salvaterra de Magos. ates tinha sido a presidente da Câmara e um vereador.

Sem prejuízo da presunção de inocência destes aurguidos/autarcas, não podemos ignorar a pressa com que Francisco Loução e companhia vieram exigir a demissão de outros autarcas arguidos.

Porque será que para eles (Bloco de Esquerda) há dois pesos e duas medidas?

sexta-feira, 23 de março de 2007

A Toxicodependência na Trofa

Há alguns dias foi apresentado um estudo "pioneiro" sobre a Toxicodependência na Trofa.
Durante a sua apresentação a Câmara reconheceu que a Toxicodependência está a aumentar na Trofa...

Estranhamente não há uma avaliação de um projecto que a própria Câmara havia lançado há alguns anos, o Plano Primário de Prevenção da Toxicodependência.

Este Plano ainda existe?

Está a ser aplicado? e quais são os resultados?

Não basta só querer apresentar projectos e estudos para aparecer nos jornais, é preciso também apresentar trabalho concreto!
Afinal foi para isso que foram eleitos...

quarta-feira, 21 de março de 2007

Um Museu na Estação da CP da Trofa?!

O Presidente da Câmara da Trofa, em Setembro de 2003, deu uma entrevista sobre o comboio que esta publicada na internet em: http://www.ocomboio.net/pages/p-trofa1.html.
A Grande novidade é que a Câmara pensa fazer um Museu na actual estação de Caminho de Ferro.

Não tenho nada contra isto, mas ... um Museu?! com que conteúdo?! justifica-se este museu havendo um Museu da CP, de ambito Norte, em Lousado?

Será mais uma ideia para ficar no papel tal como ainda está a ideia do núcleo museologico do Castro de Alvarelhos?

sábado, 17 de março de 2007

Oito anos de poder para isto?!

Ao fim de oito anos de poder do PSD na Trofa, o Vereador da Acção Social assume a ausência de creches no concelho.
não será motivo para perguntar o que andaram a fazer este tempo todo?

quinta-feira, 15 de março de 2007

Encerramento de Escolas - Trofa também afectada!

O encerramento de escolas afecta todo o país, em particular a Região Norte segundo O Primeiro de Janeiro.

A Trofa irá perder a Escola Básica de Cidai, em Santiago de Bougado, segundo a Carta Educativa recentemente aprovada em Assembleia Municipal.

Acresce a isto o facto de haver na carta educativa compromissos relativamente a obras de melhoramento em algumas escolas que já estão a falhar... aliás é normal a Câmara prometer muito e fazer pouco!

segunda-feira, 12 de março de 2007

Procuradoria da Republica diz que pode haver ilegalidade na Trofaguas...

O Publico de sábado noticia que a PGR emitiu um parecer por unanimidade em que considera que "Os autarcas que acumulem funções nos executivos camarários ou nas assembleias municipais com a presidência de empresas municipais e intermunicipais incorrem em ilegalidade."
Segundo este parecer, pode ser considerado ilegal o facto de António Pontes (Vice-Presidente da Câmara da Trofa) ser presidente do Conselho de Administração da Trofaguas.
Esta situação que existe na Trofa existe também em concelhos como o Porto ou Lisboa.

O que fará a Câmara Municipal da Trofa em função deste parecer? Ficará à espera que a obriguem a corrigir esta situação? Ou agirá por antecipação?

sexta-feira, 9 de março de 2007

Castro Fernandes decide pela Trofa?

No âmbito da negociata que Castro Fernandes fez com o governo do PS, em que deixou fechar a Maternidade e vai deixar que as Urgência fiquem reduzidas a um serviço equivalente a um SAP de um Centro de Saúde, o ilustre presidente da Câmara tirsense negociou ainda a forma como iriam funcionar os centros de saúde de Negrelos, Santo Tirso e... Trofa!

Bernardino Vasconcelos bem diz que foi errado e que não está de acordo, mas o seu peso político parece insignificante aos olhos do governo. governo esse que continua a desprezar as Trofa e as suas gentes!

sábado, 3 de março de 2007

2 de Março - Grande Manifestação



Enquanto as televisões se divertem com a OPA, aqui ficam 2 imagens da Manifestação de ontem.

sexta-feira, 2 de março de 2007

O povo voltou à rua


O PUBLICO escrevia na sua edição on-line hoje ao fim da tarde que "Entre 120 mil e 150 mil pessoas, segundo as contas da PSP e da CGTP, participaram na manifestação contra a política laboral do Governo, que decorreu hoje no centro de Lisboa."

Aí está mais uma resposta clara às politicas de direita do Sr Sócrates e seus discípulos!

A PSP e/ou GNR na Trofa?

Surgem novamente notícias sobre a vinda da PSP para a Trofa.
Algumas desta notícias dão como certa a vinda da PSP e, como "moeda de troca", a perda da GNR.

Porque será que não podemos ter PSP e GNR?

Porque será que a PSP não pode assumir as duas freguesias da cidade (S. Martinho de Bougado e Santiago de Bougado) e a GNR ficar com as restantes 6?

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

A Feira anual da Trofa

Durante os últimos anos a feira anual da Trofa era organizada em parceria pelas duas Juntas da cidade (S. Martinho e Santiago de Bougado).
No ano passado, sem que nada fosse explicado, passou a ser organizada apenas pela Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado. Este ano será novamente aquela Junta a organizar.

Porquê esta alteração?

Porquê que a feira da Trofa voltou a ser a Feira de S. Martinho de Bougado?

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Metro para a Trofa (I)

Enquanto o metro não é construído até a Trofa há um transporte alternativo (autocarros) que asseguram a ligação entre o Parque Sra das Dores e o ISMAI.

Para que se tenha uma ideia da dimensão e da importância deste transporte, saiba-se que só numa semana a empresa Metro do Porto contabilizou 12200 validações de títulos de transporte neste pequeno percurso.

Se alguém tinha dúvidas da rentabilidade do troço do Metro entre a Trofa e o ISMAI, cá está a demonstração!!!!

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

2 MARÇO - Exigir investimentos na Trofa



A CGTP-In convocou uma acção nacional de protesto pela mudança de políticas para o próximo dia 2 de Março em Lisboa.
Em 12 de Outubro passado dezenas de trofenses aderiram a um protesto semelhante convocado também pela CGTP-In onde levaram os protestos e as reivindicações do nosso concelho.

Espero que agora muitos mais participem neste protesto porque razões não faltam aos trabalhadores e à população em geral!

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

QREN e a Trofa

Muitos mais milhões estão disponíveis para investir com o Quadro de Referencia Estratégica Nacional, QREN, entre 2007 e 2013.
A Região do Porto sai claramente marginalizada na distribuição das verbas. A grande fatia vai para o aeroporto da OTA e para o TGV.
O nosso querido concelho da Trofa continuará à espera das Variantes às Estradas Nacionais 14 e 104.
Até a plataforma logística, que terão alguns avanços no âmbito deste QREN (como é exemplo da de Leixões) terá que esperar por nova oportunidade...

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Jardinadas...


O Alberto João Jardim vai demitir-se (segundo a maioria dos jornais da praça) para se voltar a candidatar novamente.
Alegadamente faz isto como forma de protesto contra a Lei das Finanças Regionais aprovada pelo Governo PS/Socrates e que teve o "visto" do Sr. Silva.
Como seria se os presidentes da Câmara que estão contra a Lei das Autarquias Locais se demitissem todos e se recandidatassem para completar os dois anos de manadato?
Até quando vamos ter que gramar com a demagogia populista e barata deste senhor?